Artigos

[Artigos][bleft]

Notas Musicais

[Notas Musicais][twocolumns]

Feliz DIA DO PROFESSOR!

Hoje, 15 de outubro, é comemorado o DIA DO PROFESSOR em todo o Brasil. Mas você sabe qual o motivo da comemoração nesta data específica? Eu encontrei a resposta para esta pergunta no site do Governo do Estado de São Paulo. Veja:

No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Teresa de Ávila), Pedro I, Imperador do Brasil baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, "todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras". Esse decreto falava basicamente da descentralização do ensino, do salário dos professores, das matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até sobre como os professores deveriam ser contratados.   A primeira contribuição da Lei de 15 de outubro de 1827 foi a de determinar, no seu artigo 1º, que as Escolas de Primeiras Letras (hoje, ensino fundamental) deveriam ensinar, para os meninos, a leitura, a escrita, as quatro operações de cálculo e as noções mais gerais de geometria prática. Às meninas, sem qualquer embasamento pedagógico, estavam excluídas as noções de geometria. Aprenderiam, sim, as prendas (costurar, bordar, cozinhar etc) para a economia doméstica. Cento e vinte anos depois do decreto, em 1947, um professor paulista teve a ideia de transformar a data em feriado e iniciou a tradição de homenagear os professores no dia 15 de outubro, em referência ao decreto de D. Pedro I. A ideia surgiu porque o período letivo do segundo semestre escolar era muito longo, ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo o período. Cansados, literalmente, um pequeno grupo de quatro educadores, liderados por Samuel Becker, teve a ideia de organizar um dia de folga, para amenizar a estafa. O dia também serviria como uma data para se analisar os rumos do restante do ano letivo. Foi então que o professor Becker sugeriu que esse encontro acontecesse no dia 15 de outubro. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça de professores e alunos, que levavam doces de casa, para uma pequena confraternização. O discurso do professor Becker, além de ratificar a ideia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase "Professor é profissão. Educador é missão". A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".

Interessante, não? Sempre gosto de compartilhar a história por trás daquela data festiva e não somente a mensagem.

Bom, acredito que para ocupar qualquer profissão é necessário que o indivíduo tenha vocação. Eu, infelizmente, não tenho vocação para professor, embora a área de humanas faça parte da minha vida desde sempre. Contudo, admiro e sou grato a todos os professores que passaram pela minha vida por tudo o que eles me ensinaram. Sem eles, eu não teria adquirido o gosto pela leitura; sem eles, eu não estaria aqui escrevendo estas palavras; sem eles, O Viajante das Estrelas, não existiria.

Lembro-me com muito carinho da minha primeira professora, Marlene, super atenciosa e que enchia minha mãe de orgulho nas reuniões com os elogios ao meu comportamento em sala de aula. Sinto muita falta de todos eles, da escola, do prazer em assistir as aulas (As aulas de matemáticas me davam desespero rsrsrs, mas eram prazerosas).

Compartilho abaixo uma mensagem que foi lida na minha colação de grau, no último ano do Ensino Médio:

Aos Mestres:

Àqueles que nos transmitiram seus conhecimentos e experiências profissionais e de vida com dedicação e carinho: àqueles que nos guiaram para além das teorias, das filosofias e das técnicas: expressamos os nossos maiores agradecimentos e os nosso profundo respeito, que sempre serão pouco diante do muito que nos foi oferecido.
Ensinar é crer, acreditar que se pode contribuir para a formação de um caráter, é compartilhar suas próprias experiências.
Aos nossos mestres, pela lição do saber, pela orientação constante, pela dedicação e renúncias pessoais, por repartirem suas experiências de vida e auxiliarem a trilharmos este caminho. Muito obrigado!

A todos os professores, feliz dia!!!


Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :