Artigos

[Artigos][bleft]

Notas Musicais

[Notas Musicais][twocolumns]

25 de julho, dia nacional do escritor. Parabéns, escritores!

O Dia Nacional do Escritor é comemorado em 25 de julho, data instituída em 1960 pelo então presidente da União Brasileira de Escritores, João Peregrino Júnior, e pelo seu vice-presidente, o célebre escritor Jorge Amado.



“Eu tive desde a infância várias vocações que me chamavam ardentemente. Uma das vocações era escrever. E não sei por que foi essa que segui. Talvez porque para as outras vocações eu precisaria de um longo aprendizado, enquanto que para escrever o aprendizado é a própria vida se vivendo em nós e ao redor de nós. É que não sei estudar. E, para escrever, o único estudo é mesmo escrever. Adestrei-me desde os sete anos de idade para que um dia eu tivesse a língua em meu poder. E, no entanto, cada vez que vou escrever, é como se fosse a primeira vez. Cada livro meu é uma estréia penosa e feliz. Essa capacidade de me renovar toda à medida que o tempo passa é o que eu chamo de viver e escrever”.

Fonte: WALDMAN, B. Clarice Lispector. São Paulo, Brasiliense, 1988.

Clarice Lispector é maravilhosa, não é mesmo? Uma das melhores escritoras que já tive a oportunidade de ler. Ela tem uma escrita envolvente capaz de prender o leitor e conduzi-lo a um mundo incrível. Uma leitura que dá gosto, que inspira, que fortifica.

Diferentemente do que ela diz na frase acima, eu não tenho vocação para escrever. Escrevo, claro, mas nada que chegue aos pés de Clarice. Minha vocação é ler. Amo a leitura! A leitura é como o ar que eu respiro, se eu não puder ler, não conseguirei ver. Pode parecer exagero, mas é a pura verdade.

Lembro-me de ainda criança retirar as bulas dos remédios que minha comprava e ir para quarto ler. Adorava correr os olhos sobre as palavras e sentir a emoção que elas provocavam. Hoje, as emoções são ainda mais intensas, porque o que eu leio faz mais sentido, eu consigo entender o que eu leio.

Não lembro exatamente qual foi o primeiro livro que eu li, mas lembro de muitas emoções provocadas pela leitura. Já chorei, já sorri, já senti raiva... E as viagens? Ah, as viagens foram incríveis. Passei pelo Império Inca, pelo mundo espiritual dos espíritas, por outros planetas, pelo nazismo, fiquei perdido no meio do oceano e já conheci as diversas faces do amor.

Tudo isso, graças a você, caro escritor, que me proporcionou e tem me proporcionado muitas experiências incríveis. E é justamente a você que sabe usar tão bem as palavras, que eu dedico esta singela homenagem. É a você que me deu a oportunidade de ler obras tão incríveis que eu dou os parabéns.

Parabéns pelo seu dia! Parabéns pela sua vocação! Parabéns por suas obras! Parabéns por ter dedicado tanto tempo escrevendo, pensando em quem iria ler o seu trabalho no futuro!


FELIZ DIA NACIONAL DO ESCRITOR!

Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :