Artigos

[Artigos][bleft]

Notas Musicais

[Notas Musicais][twocolumns]

Macaco vê, macaco faz.


Eu não conhecia este ditado até vê-lo presente no livro “O Guru da Floresta”, de José Vilela, onde o autor fica mexido ao lê-lo num livro de significado de sonhos. Fiquei curioso para entender o ditado e descobrir sua origem. Pesquisei em alguns sites e apresento o resultado de minhas pesquisas abaixo.


O ditado “macaco vê, macaco faz” vem do inglês “monkey see, monkey do” e, de acordo com o Wikipédia, teria surgido na cultura americana no início dos anos de 1920, sendo utilizado quando se quer passar a ideia de alguém que imita algo ou alguém em ações, assim como os macacos fazem. Se pararmos para observar os macacos, pode-se notar que quando um deles coça a cabeça, os outros também o fazem.

Nós, de certa forma, aprendemos muitas coisas olhando outras pessoas fazerem, assim como os macacos, especialmente no período da infância. Muito do que aprendemos é a partir dos exemplos que nos dão. É possível associar o ditado ao neurônio-espelho.

Neurônios espelho, segundo o Wikipedia, são células que estão localizadas no córtex pré-motor, denominando-se de neurônios viso-motores. Estas células, são ativadas pela execução de uma ação simples, que seja direcionada a objetivos e que respondem igualmente bem à própria mão ou a outra pessoa - permitindo entender a base neural. 


Um neurônio espelho é um neurônio que dispara tanto quando um animal realiza um determinado ato, como quando observa outro animal (normalmente da mesma espécie) a fazer o mesmo ato. Desta forma, o neurônio imita o comportamento de outro animal como se estivesse ele próprio a realizar essa ação. Estes neurônios já foram observados de forma direta em primatas, acreditando-se que também existam em humanos e alguns pássaros.

O canto de jazz e compositor Michael Franks usou o ditado como o assunto e título de sua canção. Ouça:




Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

2 comentários :

  1. Não conhecia a expressão e adorei conhecer. Ótimo para quem estuda inglês (eu haha). Já joguei a frase no meu Anki!
    Abraço.

    Meu blog: Palavra Pensada (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não conhecia, mas adorei o seu significado. Obrigado pela visita! <3

      Excluir