Artigos

[Artigos][bleft]

Resenhas

[Resenhas][twocolumns]

O Déjà vu em cinco músicas



De Beyoncé à Pitty, veja e ouça como aquela sensação de já ter visto ou já ter vivido alguma coisa ou situação foi tratado nas letras de canções de diversos artistas ou bandas de línguas diferentes.

Beyoncé:

"Déjà Vu" é uma canção da cantora e compositora americana de R&B Beyoncé, com participação do rapper Jay-Z. A canção foi lançada como o primeiro single do álbum B’day em Julho de 2006. Com pouca originalidade, o clipe é visualmente confuso, tem falta de tema e em alguns momentos é explicitamente sexual. Confira o videoclipe e o vídeo legendado:

 




Pitty:

Lançado quase que simultaneamente com o clipe da Beyoncé, o Déjà vu da Pitty tem tudo que o da Beyoncé não tem: originalidade, letra, tema… A letra fala de alguém que está entediado com a vida e que faz sempre as mesmas coisas todos os dias, mas ao mesmo tempo vem a sensação de já ter vivido todos esses momentos de tédio e mesmice. É como se todos os dias fosse um Déjà vu de tão repetitivo que é o dia a dia. Profundo, bonito e com um refrão marcante, este é o Déjà Vu da Pitty:



Sonamoo:

Sonamoo, literalmente significa Pinheiro, é um girl group sul-coreano que estrearam em dezembro de 2014 justamente com o single "Deja Vu". O grupo é formado por 7 membros. Aliás, é característico dos girls groups coreanos ter muitas integrantes. As Girls Generation, por exemplo, têm oito integrantes, mas até 2014 eram nove integrantes que cantavam e dançavam super sincronizadas. O clipe é confuso e pouco aproveitado, a música é uma mistura de Ciara com Janet Jackson (ouçam goodies e Feedback da Ciara e da Janet, respectivamente, e percebam), a letra é direcionada a uma pessoa misteriosa, mas que  lhes parece familiar. Elas dizem: “...É como déjà vu, caindo neste sentimento misterioso…”.



Tradução (by Vagalume):

Essa atração é como uma mentira
Eu acho que essa é a primeira vez
É como se tudo houvesse parado
Você me parece um pouco familiar
Parece que eu caí sob um feitiço
Perdi o controle, eu não consigo controlar essa situação

Eu ainda sou um pouco inexperiente
Então, eu irei cuidadosamente para você

Balançando, balançando
Conseguirei isso de forma sagaz
Balançando, balançando
Conseguirei isso de forma sagaz
Vou obter, vai obter
Você está olhando para mim, não é?

É como um deja vu
Estou afundando nesse misterioso sentimento
Venha pra mim, venha pra mim
Apresse-se e venha

É como um deja vu
Você não poderá escapar
Perigoso, perigoso
Eu continuo sendo atraída por você

Você percebe o que estou fazendo?
É como uma brincadeira, deja vu do destino
Estou curiosa pra saber tudo sobre você
Eu almejo continuar
conhecendo você
De que planeta você veio?
Você é uma estrela que brilha mais a cada dia
Quando você precisar de mim, me ligue
Eu lhe mostrarei meu coração oculto
você é capaz de ouvir?

É uma nova sensação
Eu quero valorizar este sentimento
Neste lugar onde o tempo parou

Balançando, balançando
Conseguirei isso de forma sagaz
Balançando, balançando
Conseguirei isso de forma sagaz
Vou obter, vai obter
Você está olhando para mim, não é?

É como um deja vu
Estou afundando nesse misterioso sentimento
Venha pra mim, venha pra mim
Apresse-se e venha

É como um deja vu
Você não poderá escapar
Perigoso, perigoso
Eu continuo sendo atraída por você

Assim como fogos de artifício, bang!
Seus encantos não podem
Ser escondidos baam!

Pare de agir hesitante, pare com isso!
Assim como essa sensação eletrizante pop pop
Uma garota que ás vezes parece forte
Mas tem vários estilos diferentes

Sou tão quente, não posso ser refrescante
Eu nasci com estilo, me responda ok?
Cuspindo fogo, aqui vamos nós!

É como um deja vu
Estou afundando nesse misterioso sentimento
Venha pra mim, venha pra mim
Apresse-se e venha

É como um deja vu
Você não poderá escapar
Perigoso, perigoso
Eu continuo sendo atraída por você


Kataleya:


A Kataleya é brasileira, mas faz um grande sucesso no exterior. Ela é carioca e viveu no Brasil até aos quatro anos de idade e depois emigrou para a Suíça. Aos 11 anos de idade, o seu pai deu-lhe como presente a chance de gravar um CD de cinco títulos. Foi aí que ela deu os seus primeiros passos em estúdio. A cantora já participou do Festival Montreux de Jazz por 4 anos consecutivos e deu a voz para a animação da Disney no filme "Tarzan 2". Aos 18 anos, deixou a Fundação Little Dreams e assinou com a Label Klasszik, uma produtora de Cabo Verde destinada à música vinda dos países da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa): Cabo Verde, Guiné- Bissau, Angola, Moçambique, Brasil, Portugal, São Tomé & Príncipe. Kataleya já emplacou dois singles no exterior: "Amor Não É Complicado" e "Me Diz Se É Sério", que fizeram muito sucesso por lá. Suas músicas tem muita influência do Zouk e Kizomba, dois estilos musicais muito populares na África. Kataleya também pretende lançar um álbum focado no mercado brasileiro, mas ainda não há previsão para que isto aconteça. No início deste ano (2016) ela lançou o super produzido “Déjà vu”, um clipe cheio de danças e coreografias, belos figurinos, piano… Uma grande surpresa este clipe que já conta com mais de 1 milhão de visualizações no Youtube. A letra é familiar, lembra o Déjà vu das meninas do Sonamoo que vimos acima, mas a letra tem um “Q” a mais. Ela se aprofunda mais na sensação de já ter vivido algo, no caso, uma dança com um rapaz misterioso no qual ela ficou presa no olhar. O português dela é mais distante do português do Brasil, mas super compreensível. O português dela é uma mistura de Angola com Portugal. Veja e ouça:


Fugindo um pouco do tema, faço aqui uma observação: A Kataleya também fez uma versão em português da canção "All of me", grande sucesso de John Legend. Ouça aqui.


Gustavo Cerati:


O cantor argentino Gustavo Cerati talvez tenha sido o que mais se aproximou do real significado do “Déjà vu”, tanto com seu videoclipe como com a sua música. No clipe, o cantor está dirigindo numa estrada quando para em frente a uma passagem de nível e vê uma moça de biquíni dançando com o trem passando ao fundo. E é aí que vem aquela sensação de já ter vivido aquela situação, de já ter visto aquilo antes. O cantor olha o espelho do retrovisor interno e vê um carro vindo atrás dele e então ele segue em frente e o carro de trás é novamente o cantor que revive a cena da mulher de biquíni dançando em frente a passagem de nível com o trem passando ao fundo. Na letra o cantor fala de semelhanças, de lugares desconhecidos que sonhamos e que vivenciamos. Ele diz que até mesmo esta música já foi escrita, até os mínimos detalhes. Gustavo faleceu no dia 04 de setembro de 2014. Em 2010, ele sofreu um acidente vascular cerebral e estava em coma até então. O cantor foi líder de uma das maiores bandas de rock da América Latina, o Soda Stereo.

O clipe é curtíssimo. Não pôde ser continuado por conta do AVC que o cantor sofreu. Veja o clipe e o lyric vídeo coma música completa:




Permita-se conhecer o livro "Déjà vu", do escritor brasileiro Rafael Vital que me inspirou a escrever esta postagem. Lançado no ano de 2015 pelo tão conhecido selo Talentos da Literatura Brasileira, do grupo editorial Novo Século, é o livro de estreia do escritor.

Leia mais clicando na capa do livro:




Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :