Artigos

[Artigos][bleft]

Notas Musicais

[Notas Musicais][twocolumns]

"Horas Decisivas" é um clichê, mas tem algo a dizer.




O filme bom é aquele que faz o expectador aquietar-se na cadeira do cinema - ou da sala - e centrar toda a sua atenção na trama que está se desenvolvendo na tela. "Horas Decisivas" (The Finest Hours) fez com que eu ficasse quieto na cadeira e entregasse toda a minha atenção ao filme, mesmo estando acompanhado. Presenciei cenas fortes recheadas de boas interpretações, em especial as protagonizadas por Chris Pine.


A mais nova produção dos estúdios Disney, que estreou na última quinta-feira (18/02), nas salas de cinema brasileiras, é um clichê, reconheço, mas muito bem feito. O longa, baseado em fatos reais, mostra o resgate de 32 marinheiros, cujo o navio foi partido ao meio, em um barco que só tem capacidade para 12 e foi considerado um dos maiores atos heroicos da história americana.


A história é velha conhecida. Um "barquinho" perdido no meio do mar com náufragos aguardando pelo suposto resgate. Surge, então, um grande heroi galã que começa tímido, mas vai se soltando ao ponto de recrutar alguns companheiros de farda para resgatar as vítimas do "barquinho" perdido. No caminho de ambos, uma bela tormenta faz o seu papel, onde parece querer impedir o resgate. Para movimentar a trama, a mocinha prometida em casamento se desespera ao descobrir que seu futuro marido está em alto-mar, em meio a nevasca, e decide acompanhar de perto os passos de seu pretendente.


Com o cuidado de escalar bons atores para os papéis principais, o filme mostra um protagonista tímido, mas forte o suficiente para comandar uma equipe de resgate e fazer com que todos trabalhassem em equipe. Aliás, uma bela lição de trabalho em equipe. Como contraponto, em terra firme, a jovem Miriam (Holliday Grainger) mostra que é uma mulher muito à frente de seu tempo, à frente de conceitos e preconceitos em relação ao que são as formas “normais” de se agir em sociedade, grupos ou nações, especialmente na década de 50 nos EUA. Afinal, ao saber que o amado pode não retornar, a moça toma a iniciativa de confrontar as ordens Cluff (comandante do seu amado), defendendo o rapaz a quem ela propôs em casamento. Decidida e de personalidade forte, Miriam é um dos destaques da trama.


"Horas Decisivas" mostra personagens que sentem medo, que erram, que fracassam, mas mesmo assim atingem a glória. Nesse caso, estou falando de todos os personagens do filme, uma vez que todos estão envolvidos com o resgate em alto-mar, direta ou indiretamente.

É um bom filme que recomendo para quem gosta de uma boa trama. 




Sinopse
Um suspense de ação heroico, Horas Decisivas (The Finest Hours) é a extraordinária história real do maior resgate feito por um pequeno barco salva-vidas da história da Guarda Costeira norte-americana.

Ficha Técnica

Título Original: "The Finest Hours"
Título no Brasil e em Portugal: "Horas Decisivas"
Gênero: Drama
Duração: 112 min.
Ano: 2016
Distribuidoras: Walt Disney Studios
Direção: Craig Gillespie
Roteiro: Eric Johnson, Paul Tamasy, Scott Silver
Elenco: Abraham Benrubi, Alexander Cook, Angela Hope Smith, Bari Robinson, Beau Knapp, Ben Foster, Benjamin Koldyke, Casey Affleck, Chris Pine, Danny Connelly, Eric Bana, Graham McTavish, Harley Harrison, Holliday Grainger, Jay Street, Jesse Gabbard, John Magaro, John Ortiz, Josh Stewart, Kate Crowley, Keiynan Lonsdale, Kristen Annese, Kyle Gallner, Larry Eudene, Matthew Maher, Melanie Blake Roth, Michael Raymond-James, Peg Holzemer, Rachel Brosnahan




Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :