Artigos

[Artigos][bleft]

Resenhas

[Resenhas][twocolumns]

Resenha do Livro "Pedras Negras", de Cesar Luis & Entrevista com o Autor



Sinopse do livro

A normalidade da vida sempre é quebrada por algum fato insólito e esse, seja qual for sua natureza, nos coloca em movimento por reação. São situações que não esperamos conscientemente, que não temos nenhum controle, mas que fazem parte integrante do misterioso “porquê” de nossa existência.


Fernando Eastman é um rapaz da ciência e da razão que se envolve apaixonadamente numa jornada repleta de situações impossíveis em terras do Peru e Bolívia. Acompanhado de Rico e Lia, ele é desafiado por mistérios, conspirações e intrigas envolvendo uma antiga lenda pré-Inca, crânios alongados, outlanders e poderes ocultos. É preciso encontrar um livro. Esse livro encerra um dos maiores segredos da história humana e esse segredo não pode vir à tona.
O grupo de amigos se envolve numa aventura que não desejavam, não imaginavam sequer ser possível, mas que, devido às circunstâncias, irresistivelmente se deixaram envolver. 

Tudo numa corrida frenética para revelar a verdade sobre a vida no planeta Terra. Seu objetivo é fazer com que essa Verdade, ou pelo menos parte dela, possa ser entregue à Humanidade.
É uma busca para corrigir erros graves no pensamento humano que causam muito sofrimento. Uma narrativa cheia de surpresas, suspense e questionamentos.


 ____________________________________________________________


A Resenha
Montagem criada Bloggif

Esta é uma obra intensa, com diálogos diretos e com uma grande capacidade de prender a atenção da primeira à última página. Cesar Luis, o autor, transpôs para as 371 páginas da obra um romance bem interessante a respeito das culturas andinas, criando um cenário, onde Fernando Eastman, arqueólogo, aventureiro e cientista, sai de sua rotina diária e se aventura a desvendar os mistérios da humanidade.

A linguagem acessível e os diálogos diretos torna a obra mais realista. E é aí que está o ponto que faz com que os leitores fiquem vidrados no romance. Isso é muito raro. A característica marcante do livro é a busca pelo desconhecido. Fernando Eastman, personagem principal, e seus amigos Lia e Rico são desafiados por mistérios, conspirações e intrigas em busca de respostas para as perguntas que há séculos são questionadas pela humanidade. Eles têm a ajuda de um professor bastante renomado, Vicenzo Fontanoura.

A busca concentra-se em um livro! Nele estão as respostas para solucionar o mistério. Começa uma corrida contra o tempo para encontrá-lo. Pedras são encontradas no meio da caminho. Uma grande rede de Poder tenta impedir que o livro seja encontrado e a humanidade tome conhecimento da verdade.

A dor é mesmo imprescindível no crescimento espiritual da humanidade? A história transcorre pelas paisagens do Peru e da Bolívia em busca de conhecimento. Em busca do segredo perdido em favor do crescimento espiritual da humanidade. Um mistério que pode colocar um fim em todo o sofrimento que existe.

A história transcorre em meio a manipulações de informações, política internacional, religião, astronomia, vida inteligente em outros planetas, sociedades secretas, projetos secretos de exploração espacial. Ainda tem alguma dúvida da capacidade que o livro tem de prender à atenção? 

É possível afirmar que este livro, acima de tudo, é uma aula de história, fazendo com o que o leitor fique impressionado ao ponto de iniciar uma pesquisa sobre o tema os temas aqui tratados. "Extraordinário" pode ser o adjetivo que define o livro, mas os adjetivos "maravilhoso" e "incrível" também são excelentes para descrevê-lo. É um livro ótimo para quem gosta de romance e aventura. 

Permita-se aventurar junto com Fernando, Lia e Rico. Descubra você também o mistério da criação da humanidade no planeta Terra. Descubra o mistério das Pedras Negras. Leia “Pedras Negras”, de Cesar Luis. 


João Paulo é aluno do curso de Licenciatura em Letras da UNICID e escritor do blog literário O Viajante das Estrelas.

 ____________________________________________________________


O Viajante das Estrelas entrevista Cesar Luis, o autor.





O Viajante das Estrelas: Cesar, é um grande prazer contarmos com a sua participação aqui no blog. “A normalidade da vida sempre é quebrada por algum fato insólito e esse, seja qual for sua natureza, nos coloca em movimento por reação”, diz a sinopse do seu livro. Diante disso, nos diga, que fato incomum o fez quebrar a normalidade da sua vida e escrever “Pedras Negras”?

Cesar Luis: Excelente pergunta. Eu estava lendo um livro de Robert Charroux, um precursor de Erick Von Daniken. Nesse livro ele conta a lenda de Orejona e as pedras que ela trouxe de Vênus. A lenda diz que ela iniciou a civilização dos Andes. Isso foi em Janeiro de 2013. Eu tinha acabado de ganhar o livro de presente de uma pessoa muito importante!
Seis meses antes eu havia ido pro Peru realizar um antigo sonho: Machu Picchu e Nasca. A viagem mudou minha cabeça de forma profunda. É um lugar incrível. E eles são nossos vizinhos!!!!
Quando eu li as primeiras linhas sobre Orejona e suas pedras... eu tive aquele estalo... acendeu uma lampadinha na minha cabeça! Três meses depois eu acabei de escrever PEDRAS NEGRAS.
Os fatos insólitos que mudaram minha vida pra sempre foram o desejo de escrever e os sinais (o presente da pessoa importante com o conhecimento da lenda)! É preciso ficar atento aos SINAIS!!!!

O Viajante das Estrelas: Conte-nos, o que o motivou a ter o gosto pela escrita?

Cesar Luis: A leitura, sem dúvida... e os fatos insólitos da vida. Os sinais guiam qualquer pessoa até o seu joy, seu estado de alegria. Eu já tinha escrito muita coisa em outros momentos e outras áreas como música, por exemplo. Mas nunca um romance! Com minha bagagem de leitura eu percebi que era possível, só precisava de foco e um bom tema.

O Viajante das Estrelas:  Amigos e leitores que o seguem nas Redes Sociais conhecem a sua relação com a Bolívia e o Peru, por exemplo, dois países Andinos palco de grandes civilizações. O que te atrai, o que te fascina nestes territórios?

Cesar Luis: Muita gente conhece a Teoria dos Ancient Aliens pela TV a cabo. Eu já era fascinado por ela desde os anos 80 quando bati os olhos nos desenhos das Linhas de Nasca. Machu Picchu era uma obsessão pra mim! Eu fiquei fascinado pelas pirâmides do Egito desde que vi a capa do meu livro de História da Escola! Enfim... acho que isso é normal pra muita gente.
Mas eu sonhei em ir visitar o Peru. Conhecer aquilo tudo de perto, sentar nos terraços da Cidade Sagrada, voar sobre Nasca e vomitar no avião... isso são experiências únicas! Em Janeiro desse ano (2015) eu voltei ao Peru, no estilo mochileiro, e fui pela primeira vez à Bolívia pra pisar e tocar em Tiahuanaco e Puma Punku.
Pra quem acredita que a História da Humanidade é isso que nos ensinaram na escola... Peru e Bolívia são apenas lugares pobres.
Pra eu que acredito que fomos enganados por quase 2000 anos... os Andes são um verdadeiro playground!!!

O Viajante das Estrelas: - Quando começou a ideia de escrever “Pedras Negras”?

Cesar Luis: Na praia, lendo Charroux, como disse antes. Eu tive a idéia, corri e peguei uns flyers de propaganda do balcão de uma pousada e comecei a fazer um esqueleto do livro...
Começa assim... no meio tem isso, aquilo... acaba assado...
No mesmo dia, quando cheguei de volta a São Paulo, já tinha o livro todo na cabeça. Foi explosivo e eu me comprometi a escrever. O SINAL, não podia ser ignorado! Seria um crime fazer isso!
Agradeço à Editora Filhos do Vento que acreditou no texto e fez um grande esforço pra lançar as versões e-book e impressa. Isso jamais será esquecido por mim!

O Viajante das Estrelas: - Fernando Eastman. Arqueólogo, aventureiro e cientista. De onde surgiu a inspiração para compor o personagem central da história? O que você e ele tem em comum, além do fato de ambos serem aventureiros?

Cesar Luis: O tema era uma lenda dos Andes. Achei natural a figura de um típico herói nerd. Eastman é um cara legal, inteligente, boa pinta, focado, ingênuo às vezes... incorruptível por amor à verdade. E durante o livro ele vai crescendo e se tornando sábio.
Ele percebe que Sabedoria não é Conhecimento! Talvez nesse ponto o autor e Eastman sejam a mesma pessoa.

O Viajante das Estrelas: Me corrija se eu estiver errado, mas, lendo o seu livro, pude perceber diálogos diretos. Claro, além da narrativa capaz de prender o foco. Ao escrever o livro, você transmitiu sua personalidade na questão dos “diálogos diretos”?

Cesar Luis: Os diálogos entre os personagens é um excelente veículo para passar as idéias, mas o autor é o narrador, você está correto!
Eu achei interessante introduzir as teorias que os personagens abordam nos diálogos. Talvez o leitor não as conheça.
Em alguns momentos inevitavelmente eu dei minhas opiniões pessoais... mas ninguém é perfeito!!! (rsrsrs)

O Viajante das Estrelas:  Ao escrever o livro, o que você queria que seus leitores encontrassem nele?

Cesar Luis: Curiosidade! Queria e ainda quero que meus leitores questionem e pesquisem!
PEDRAS NEGRAS é um livro pra pessoas curiosas, questionadoras e inteligentes. Não quero doutrinar nem estabelecer verdades.
Quero apenas que as pessoas acordem e passem a ser mais exigentes com os perpetuadores de mentiras (TV, religiões e governos).
Se mais pessoas se interessarem em prestar atenção nas MENTIRAS que nos contam todo santo dia..., meu trabalho já terá valido a pena!

O Viajante das Estrelas: Fale um pouco sobre você. Quem é Cesar Luis?

Cesar Luis: Eu sou formado em Direito, mas não exerço a profissão. Sou professor, tenho dois filhos lindos e adoro escrever.
A coisa mais importante pra mim é o Planeta onde vivemos. A Mãe Terra, Gaia. É a ELA que devemos respeitar, amar e ter como divina. Pois é ELA que nos dá vida! Temos que ser coerentes com ela!

O Viajante das Estrelas: Chegamos ao final de nossa entrevista. Gostaria de agradecer a sua passagem pelo blog O Viajante das Estrelas e dizer que as portas estarão sempre abertas. Para finalizar, convide os leitores para lerem seu livro.

Cesar Luis: João Paulo, obrigado pelo espaço. Seu trabalho ajuda a divulgar livros que não conseguem espaço nas prateleiras, mas que são tão legais quanto os populares.
O que você faz hoje será sua realidade de amanhã. Isso é uma Lei Universal que vale pra cada momento de existência de todos nós.
Aos leitores eu digo: Não sei nenhuma Verdade, mas sei um monte de Mentiras! Que essas mentiras sejam dissipadas para que a Luz entre com mais força e complete nosso trabalho de limpeza!
Cabe a nós acordarmos!
Obrigado.
  ____________________________________________________________

Você também vai gostar de ler (basta clicar na imagem):







Para Comprar o livro Pedras Negras, basta clicar na imagem abaixo:



Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :