Artigos

[Artigos][bleft]

Resenhas

[Resenhas][twocolumns]

O Pecado Mora ao Lado - por João Paulo


     Geralmente, tendemos a julgar as outras pessoas, de acordo com um padrão materialista que nos foi introduzido, deixando de lado os valores. Assim, determinamos que se alguém possui um aparelho celular de última geração e um ou dois computadores em casa e uma outra pessoa possui um aparelho móvel com toques polifônicos e não tem computador, é porque a primeira pessoa tem mais sucesso.  O ser humano é falso, puxa-saco, mentiroso, além disso, sente a necessidade de tirar vantagem do outro, vivem de interesse alheio. 

     A palavra inveja vem do latim in-videre, que significa não ver, ou ver enviesado. A inveja se manifesta popularmente no olho gordo, olho do diabo. O ato de ser visto é o tema central da inveja, tanto para quem é invejado (aquele que é visto) quanto para quem inveja (aquele que olha).

     A inveja em geral se refere a uma relação dual, em que o sujeito sente falta de algo que o outro tem e o desejo ou necessidade de que ele não o tenha. A inveja prefere destruir a vida daquele que é invejado. Consequentemente, a inveja também opta por destruir a vida daquele que é o invejoso, mesmo que este não perceba.

     Há quem se utilize deste sentimento para se apropriar da felicidade do outro derrubando-o na escala evolutiva. Utilizam-se do sentimento para alcançar o sucesso que não possui capacidade própria de conquistar.

     Para a Igreja Católica, a inveja é um dos sete pecados mortais e contra ela se prega a virtude da caridade e o amor ao próximo. Dessa forma, devemos nos conscientizar, de que somos todos capazes de ter aquilo que almejamos por nosso próprio esforço. Se isso não for possível sozinho, que tal procurar ajuda de um profissional? Um trabalho em busca de autoconhecimento, de desenvolvimento de habilidades sociais, assertividade pode ajudá-lo a se enxergar muito melhor e usar suas características positivas e negativas a seu favor, sem precisar se medir através dos outros.

Imagem: Google

Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :