Artigos

[Artigos][bleft]

Resenhas

[Resenhas][twocolumns]

A Força do Pensamento - por João Paulo



Se pensarmos que a vida é um droga e levarmos esse pensamento ao pé da letra, certamente, a vida será um droga. Afinal, vivemos tudo o que pensamos e desejamos. Independente de qual for a razão e de qual for o momento, você sentirá a força dos seus desejos.  

Os nossos pensamentos possuem a capacidade de nos fazer sentir a sua força. Nossos pensamentos conseguem se transformar em desejos a partir do momento em que colocamos o combustível. A chama se acende e nosso corpo gosta, fica necessitado daquilo. Por exemplo: o beijo. Veja, quando conhecemos uma pessoa e nos sentimos atraídos por ela, nossos pensamentos começam a borbulhar e transformam-se em desejo. O desejo de beijar esta pessoa. Movido pela força desse desejo que originou-se de um pensamento assíduo, acabamos beijando a pessoa. 

Experimentamos uma vez, saboreamos a segunda, vicio-se na terceira. E como toda droga tem seu efeito, os desejos também têm efeitos colaterais. No decorrer do tempo, pensamos que poderíamos viver uma vida feliz com esta pessoa. Daí vem o desejo de amar, mas também veio desespero, pois esse desejo não é correspondido. Droga de vida!

Os pensamentos negativos sobre si próprio, evoluem para pensamentos negativos sobre a vida. Numa evolução fatal, os pensamentos transformam-se em desejos de morrer. Consequência da incapacidade de superar as adversidades da vida. Uma vez chamada, a morte começa a caminhar em passos largos para atender ao nosso chamado.

E agora? O que fazer? A morte se aproxima! 

Ué, é simples! Pense um pouco... 

Pensou?

O que usamos para chamar a morte? 

Isso! Pensamentos negativos transformaram-se em desejos de morrer e, consequentemente, a morte se aproxima. 

Uma coisa é certa: um dia a morte virá. Talvez esse não seja o momento, mas diminuímos o tempo. Então, basta aumentar o tempo e afastar a morte. Mudar a vibração dos penamentos. Pensar positivo! Repentinamente, não mais que repentinamente a paixão virá novamente e encontraremos a nossa "tampa da panela". Repentinamente, coisas boas acontecerão em nossas vidas e alcançaremos a felicidade plena. 

Mas, voltando às drogas. A vida não é uma droga! É você quem faz da vida uma droga. Então, vá com calma na dose de seus pensamentos, sentimentos e desejos. Não se desespere, o que for pra acontecer irá acontecer, com sua interferência ou não. Pense sempre positivo.

A reciprocidade é o ciclo do eterno.


Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :