Artigos

[Artigos][bleft]

Notas Musicais

[Notas Musicais][twocolumns]

Amor & Paixão


Há pessoas que amam demais e há pessoas que não sabem amar. Há as que amam e há as que se apaixonam. Isso é completamente normal num mundo como o nosso. Entretanto, é importante saber diferenciar o amor da paixão para que o convívio se torne agradável e as relações amorosas mais duradouras.
 

Nesses dois sentimentos estão presentes o desejo de estar com a outra pessoa por instante ou por um longo período. De um lado, o sentimento de amor puro que compreende e faz querer o bem da pessoa amada. Do outro lado, o sentimento de paixão se mostra infiel e capaz de machucar a outra pessoa.

Do ponto de vista científico, tudo que ocorre no nosso organismo quando se está amando deve-se a substâncias chamadas neurotransmissores que desencadeiam uma cascata de reações químicas, ativando o circuito de prazer do cérebro. Este é o órgão que regula nossas emoções e sentimentos. Portanto, olhar a pessoa amada ou seu objeto de desejo, ficar perto desta pessoa, lembrar da música do 1º encontro, tocar, sentir o cheiro, tudo recorda ao cérebro que foram experiências gratificantes. Assim, ocorre a ativação do sistema límbico, ou seja, a unidade responsável pelas emoções e comportamentos sociais.

Já a paixão pode ser comparada a euforia provocada pelo fascínio por alguém àquela experimentada pelos viciados em drogas. Nos dois casos, a mesma região do cérebro é inundada pelo neurotransmissor dopamina, associado à sensação de prazer e de recompensa. Assim como o drogado, o ser apaixonado é capaz de contrariar o bom senso em busca de seu objeto do desejo. Ambos têm pensamentos obsessivos e sofrem síndromes de abstinência.

O amor está relacionado ao amor à primeira vista, ao casamento, à maternidade e também à crença de que o verdadeiro amor é para sempre. Desde o início se “intuem” as qualidades da pessoa, e a atração que se sente ocorre na mesma medida em que se supõe que ela vá tornar completa a vida do outro. A paixão é um ardor sexual enlouquecido que controla os passos de sua presa, arde em ciúme, torna-se agressiva ao ponto de matar.

Para amar alguém é necessário percorrer um processo natural de compreensão da outra pessoa. O amor precisa encontrar o mesmo sentimento na outra pessoa para que a sintonia seja perfeita. Para se apaixonar, basta um único olhar. Mas o que importa mesmo é ter coragem de apostar, recomeçar, arriscar e persistir sem ferir o seu amado ou a sua amada. Mais importante ainda é saber a hora de desistir. 


Escrito por: João Paulo
Texto  Registrado

Fonte da Pesquisa: 
Foto: Google







http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/spanish/ency/esp_imagepages/19244.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_l%C3%ADmbico#cite_note-1

http://super.abril.com.br/blogs/crash/parece-amor-mas-e-so-rivotril/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Paix%C3%A3o_%28sentimento%29
Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :