Artigos

[Artigos][bleft]

Resenhas

[Resenhas][twocolumns]

"Do Outro Lado" - Por João Paulo


Perco-me nas memórias passadas de onde não consigo mais sair porque é onde encontra-se a minha felicidade.
Lembro-me, dos dias de intensa alegria em que me perdi em seus braços. Vivíamos o amor em todas as suas fases.

Procuramos outros caminhos que nos fizeram infelizes. E eu, muito mais infeliz porque, feliz, só ao seu lado.

Há uma foto sua na parede do meu quarto. Me sinto em paz. Não feliz. Não, feliz. Quando me aproximo da foto, a dor que está dentro de mim ameniza, mas minha alma chora. Meu coração se alegra. Está quente lá fora, mas eu prefiro ficar aqui no gélido quarto que um dia foi nosso.  Não faz sentido estar lá fora, se o sol não está lá para me aquecer. Você não está lá.

Tu és a luz que me ilumina, aquele que me faz sentir sentido na vida. Aquele que olha nos meus olhos e, simplesmente, olha e eu me arrepio. Oh, meu amor! Você que faz meu coração pulsar diariamente, aproxima-te de mim e devolve-me a vida.

Há um caminho de flores lindas e perfumadas te esperando na entrada. Eu, sorrindo, esperando impacientemente para te abraçar. Eu, você, uma única voz que ecoa pelo universo a procura de um destino.

A vida é triste e alegre, é branca e preta, perdida. Sinto-me num imenso labirinto, onde há séculos tento encontrar a saída e correr até você. Aqui, não há vida e morte, não há tempo e espaço. Há, apenas, a noção de perda de algo que não sei dizer o que é, mas sinto. Aqui, é a vida e a morte. Eu só quero estar ao seu lado, seja na vida, seja morte.

Escrito por João Paulo
Clique AQUI e curta a minha página no Facebook

Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :