Artigos

[Artigos][bleft]

Notas Musicais

[Notas Musicais][twocolumns]

Flores de Setembro


Estou com saudades de você! Estou com saudades de sentir suas mãos sobre as minhas. Acariciando meu rosto, fazendo cafuné em mim. As noites ficam geladas sem você. 
Na verdade estou te escrevendo para dizer que te amo! Eu te amo desesperadamente, mas amo. A razão do meu viver, é o amor infinito que eu tenho por você. Sempre sinto você tocando em mim.
Sei que há pouco você me deixou e disse que nunca mais iria voltar. Sei também que errei e justamente por isso estou te escrevendo essas palavras. Aliás, estas palavras estão sendo escritas pelo meu coração.
Peço-te perdão! Sei que, por mais que eu procure, não encontrarei razão para explicar o ocorrido. Apenas sei que farei tudo diferente.
Quero que nossos momentos de amor sejam eternos; que os nossos sonhos sejam realizados; que a nossa vida seja um conto de fadas; que a nossa felicidade seja intensa.
Naquele dia que te perdi, percebi que também perdi uma parte do meu coração. Senti uma dor insuportável, chorei, gritei, quebrei os copos, me cortei, sangrei.
Naquele dia, no auge das emoções, eu disse que você tinha sido a pior coisa que aconteceu em minha vida. Hoje, tomado pelo arrependimento, afirmo que você foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida. Se eu pudesse voltar no tempo, eu faria tudo diferente. Te daria flores do primeiro ao último dia de setembro. Faria um caminho de pétalas de rosas pra você caminhar todos os dias de sua vida.
Nestas palavras, estou te entregando o meu coração para que você o leve para toda a eternidade. Não faz sentindo ter as batidas do coração, se o que faz ele bater não está aqui.

Eu te amo!


Poste um comentário
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :